(11) 2222-1130

(11) 4185-8595

logo-rodape

(11) 4195-6047

A cafeína e o Alzheimer: um novo aliado na luta contra a doença

Um estudo recente divulgado pelo G1 revela que a cafeína pode desacelerar a progressão do Alzheimer, oferecendo novas esperanças para pacientes e suas famílias. Pesquisadores de várias partes do mundo investigaram os efeitos da cafeína no cérebro de pessoas com Alzheimer e descobriram que o consumo regular dessa substância está associado a uma diminuição na formação de placas beta-amiloides, características da doença.

A cafeína é amplamente consumida no mundo, principalmente em bebidas como café e chá. Ela atua bloqueando os receptores de adenosina no sistema nervoso central, aumentando o estado de alerta e a concentração. Este novo estudo reforça a ideia de que a cafeína pode ser benéfica na prevenção e desaceleração da progressão do Alzheimer.

Os resultados indicam que o consumo moderado de cafeína pode reduzir a formação de placas beta-amiloides, melhorar a função cognitiva e ter ações anti-inflamatórias. Essas placas danificam as células nervosas e comprometem a função cerebral, mas a cafeína pode ajudar a manter as funções cognitivas por mais tempo, melhorando a qualidade de vida dos pacientes. Suas propriedades anti-inflamatórias também podem ajudar a mitigar a inflamação, um fator importante na progressão do Alzheimer.

Apesar dos benefícios promissores, é crucial lembrar que o consumo excessivo de cafeína pode causar efeitos colaterais como insônia, ansiedade e problemas gastrointestinais. Portanto, o consumo deve ser moderado e orientado por um médico, especialmente para pacientes com Alzheimer, para equilibrar os benefícios e evitar complicações.

Para saber mais sobre o estudo, acesse: https://g1.globo.com/saude/noticia/2024/07/08/estudo-destaca-que-a-cafeina-desacelera-a-progressao-do-alzheimer.ghtml

A cafeína e o Alzheimer: um novo aliado na luta contra a doença

Estreia da nova temporada de “Saúde e Você” com a Dra. Luciana Dias como convidada especial!

Noites de insônia? Dicas para um sono reparador e mais qualidade de vida